18 de junho de 2010

Muito mais que isso

     


    Da janela do carro vejo a noite, o vento batendo em meu rosto, as ondas do mar agitadas na escuridão. Os carros passam apressados, as musicas do radio tocam aleatoriamente mas parecem se encaixar perfeitamente com tudo. A luz da lua some entre as nuvens mas seu brilho criava um rastro sobre o mar.  
    Olho para as pessoas caminhando, os carros apressados, a vida seguindo. Mas olho para o mar e a brisa que dele vem, olho as ondas e a luz da lua. Viver, é muito mais que os problemas, é muito mais que as pessoas, que as coisas, que o dinheiro, ganância ou qualquer hábito humano. Olhando pro meu "pequeno" mundo que me rodeava senti a verdadeira sensação de estar viva. Tamanha a minha vontade de correr pela areia, sorrindo sem um motivo ao certo, apenas por estar ali.
    Mas logo tudo volta a realidade, a noite volta a ser apenas uma noite fria, a musica sendo uma musica qualquer, a brisa sendo apenas o vento que bate contra o carro. Mesmo sendo somente a realidade me sinto bem, me sinto aqui, real, respirando, aproveitando os momentos. Recosto minha cabeça no banco e penso que a vida é muito mais que um coração batendo. 

5 comentários:

  1. "Sempre ele, sempre o vento, sempre a música, pra desencadear as mais lindas e ineplicáveis sensações... sozinho sempre tão fortes para fazer isso acontecer. Imagine os dois combinados. O vento e a música, por quem sou eternamente apaixonada. "

    Lindo texto :)

    ResponderExcluir
  2. E nesses momento tenho a certeza de que vivê-la vale a pena.

    ResponderExcluir
  3. "Recosto minha cabeça no banco e penso que a vida é muito mais que um coração batendo."

    Muito, mas muito lindo, a vida é muito mais do que imaginamos. Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Amei o texto. Todos já passaram por momentos como esse.

    "a vida é muito mais que um coração batendo", esse trecho diz tudo.

    ResponderExcluir
  5. Com toda certeza a vida é muito mais que um coração batendo. Porque de certa forma estar vivo é diferente de viver.

    Beijos,

    Gêsa Karla. http://unsdesvaneios.blogspot.com/
    Via @BlogPs

    ResponderExcluir